segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Digitanalogiando

É isso. Em plena era digital, o que o povo quer é foto com cara de analógica! Pode isso? Ainda bem que sim, sendo que é um dos estilos de fotografia que eu mais adoro, pratico, estudo.
A Digital Photographer, edição 07 de 2011, veio com uma pequena e breve reportagem, sem muita explicação e ainda não resolveram mostrar um tutorial, mas gostei mesmo é do valor que deram pra essa quase nova forma de expressão.


Primeiro de tudo, sabemos que é moda, e que ela vem e vai, e nem tudo veio pra ficar, tem gente que não gosta e nem vai gostar, afinal, se minha camera DSLR de 1000mp, e minha lente super-potente fazem uma imagem de qualidade perfeita, PORQUE raios eu gostaria de granular minha foto, queimar as bordas, e criar aberrações cromáticas? Simplesmente porque é legal. Você olha as fotos antigas da sua família, e tem aquela impressão de que elas passam uma certa melancolia, e muito mais sentimento do que uma foto normal/de hoje em dia?
Pois eu tenho. Tenho até vontade de revelar 7x10 preta e branca, com borda branca, e recortar com tesoura de picote, pra parecer uma fotografia de 1940. Nasci na época errada. (vou fazer isso assim que sair de férias e posto aqui)


Vamos ao que interessa:


O Design das novas/antigas câmeras digitais compactas: Inovador? nem tanto. Legal é parecer antiga!


Leica M9
Não se enganem, é uma digital sim, e além de tudo é Full-Frame!! Por isso o preço salgadinho, podendo passar de R$15,000,00! Então, tá na minha lista, quem sabe um dia?

FujiFilm X100 




Então, linda linda linda! O preço que não é legal, aproximadamente R$5,000,00.
Não é DSLR, mas tudo bem, eu precisaria de uma compacta descente (e estilosa!) pra carregar na bolsa...

Agora, só mais um modelo, apesar de existirem muitos outros, mas esse é muito interessante:

RolleiFlex Minidigi

Achei por até R$1,200,00 aqui no Brasil, linda não? 

Vou ter que deixar a pesquisa de especificações pra quem se interessar, senão vou acabar falando demais, e tem mais uns pontos que quero cobrir aqui, como por exemplo a Lomografia.

Lomo é demais! Cruzo o tempo todo em fóruns de fotografia com pessoas perguntando "que efeito é esse" e postando fotos que claramente são fruto de uma câmera lomo. 

Então, o movimento Lomográfico começou na década de 90, com 2 estudantes austríacos que descobriram uma câmera analógica Russa chamada Lomo Kompakt Automat, e tiraram fotos aleatórias, sem se preocupar com o resultado final, e pra sua grande surpresa se depararam com fotos de cores vibrantes, muita aberração cromática, vinhetas e contrastes. Todos os amigos deles queriam então câmeras que produzissem esse resultado, e criaram uma pequena comunidade, que hoje é GIGANTESCA, conhecida no mundo como Lomography (aqui, site oficial dessa comunidade curiosa no Brasil)

Eu já usei, e conheço a Lomo Diana F+ BlackJack, do meu irmão, que usa filme 120mm ou com adapatador  35mm.
É um brinquedo, corpo plástico, deve pesar umas 30gramas, e não tem opções nenhuma, a não ser o tipo de retrato a ser dirado (perto, meio corpo, paisagem), e uma alavanca que é o disparador. 
Na verdade é bem difícil de usar se você não souber os princípios básicos de iso do filme e exposição em relação ao local da foto.

E aí estão as minhas câmeras analógicas, com a Olympus 35mm eu já fiz muitas fotos, mas não digitalizei nenhuma, pena. As fotos da Diana estão com meu irmão, vou tentar digitalizar quando ele trouxer.





Agora, que já falei um pouco das câmeras e de lomografia, vamos para os softwares que fazem os famosos "efeitos" que todo mundo tanto quer saber como fazer!

Primeiro, e claro, muito em alta, é o Instagram do Iphone. Se você puder se dar ao luxo de ter um Iphone, dá pra baixar o aplicativo e postar as fotos "vintage" nas suas redes sociais.

Segundo, e não tão popular, mas super-prático: Pixlr O-matic. Software online ou download, com efeitos e bordas legais, e muito rápido e fácil de usar.

Terceiro, e novidade para mim também, Be Funkey, não tão fácil de usar, e nem de todo gratuíto, se você quiser acesso ao "bonus" deles, tem que pagar. Mas super útil também!

Quarto, e claro, óbvio, o Photoshop! Mas aqui, quem não tiver experiência com edição e souber usar as ferramentas do photoshop, trabalhar em camadas e tudo o mais, não é fácil de explicar. Então vou colocar aqui algumas Actions  do CoffeShop, que vão fazer o trabalho praticamente sozinhas (não tudo, algumas camadas devem ser editadas). 

Rose Vintage (um tom de rosa suave, bem cara de antigo)
Story Book Vintage (efeito que da um "warming"na foto, uma cara de amarelada)
Velvet Cream (uma textura suave, clara, e com tons de marrom)
Vintage Blush (suaviza a foto, clareia, e cria tons rosas/marrons)
Vintage Honey (parecido com o anterios, mas com um pouco mais de contrastes)
Polaroid Emulsion (amassa, cria borda, risca, e dá um tom antigo a retratos, muito legal!)
Lomo (aquela! cria vinheta, contrastes e cores exageradas nas suas fotos)
Vignette (só cria a vinheta, você pode até editar a intensidade)

E como instalar essas Actions? Tutorial pronto aqui!

São essas pra começar. Lembrando que, por todas as camadas serem editáveis, você pode modificar a Action, suavizar, mudar a cor, intensidade, opacidade, tudo que você achar que fica mais legal na sua foto final.

E acho que é isso, um texto comprido mas breve sobre a famosa "Vintage Photography"!

qualquer dúvida, qualquer coisa que ficou mal explicada por falta de tempo/espaço, é só falar!




1 recados:

Secret Camouflage disse...

Oi Lari, que bom te ter no nosso blog!
Essas máquinas são demais... nós não sabemos usá-las, mas só o design retrô já da um toque fofo!

Beijos!!

Postar um comentário